25 de março de 2016 Juntos abordo

Relato do leitor: Maicon Amarante

A cidade está na nossa capa esta semana, então resolvemos trazer um relato de viagem sobre a linda Pirenópolis e suas incríveis cachoeiras. Na verdade são mais de 80 nos arredores da cidade. O Maicon Amarante, que escreveu o relato, nos apresentou uma das mais distantes, chamada Cachoeira dos Dragões. Adoramos a dica Maicon! Confere aí:

“Com cerca de 25 mil habitantes, 150 km de Brasília e 120 km de Goiânia, Pirenópolis é uma cidade pra quem quer curtir a natureza e descansar, cercadas de cachoeiras o que leva a trilhas, práticas de esportes e aventura. Cultura e História também está presente, construções coloniais e uma gastronomia bem rica em sabores.

Localizada a 40km do centro da cidade, as Cachoeiras do Dragões é sem dúvida uma das melhores, são 25km de asfalto + 15km de estrada de chão até chegar no Mosteiro Zen Budista Eisho-Ji, aqui paga o valor da entrada, que custa entre 30/35R$, você pode ficar o dia inteiro por lá, pra quem preferir, ainda pode se hospedar no local.

Saindo de lá são 8 cachoeiras numa trilha de 4,5 km, você nem percebe a distância percorrida no meio de tanta beleza.

Na primeira vez que fui, muito tempo atrás, não conhecia nada na cidade, estava precisando descansar a alma e peguei um ônibus e fui, cheguei na rodoviária só com o nome do hostel, saí andando, conhecendo e até acertei o lugar. Quem se hospeda no Casamatta tem desconto na entrada das cachoeiras, é só chegar lá e comentar que ganha na hora. Outra coisa pra quem for de ônibus e achar que é meio difícil o acesso pras cachoeiras, o Rubens tem uma kombi e leva pra vários lugares, pra cachoeiras dos dragões tem um número X de pessoas pra poder ir porque é longe, mas o valor sai em conta.

No hostel mesmo conheci três pessoas, a Anne, uma alemã que morava em Minas há mais ou menos 1 ano, o Guilherme, de SP, e sua namorada Larissa, de Goiânia, no bate-papo do café da manhã alí na mesa, resolvemos ir conhecer as cachoeiras dos dragões, saímos por volta das 10hs, passamos no mercadinho pra comprar lanches e levar (no local não vende nada) é bom comprar antes algo pra comer por lá.

É engraçado que depois que você sai do asfalto e entra na parte de estrada de terra, o carro vai mais devagar, aí vem as plaquinhas pra te dar uma força haha

Mas, na hora que chega é só curtir a vibe que o lugar oferece.

Segue as fotos abaixo: Essa deve ter uns 2,5 metros de profundidade, é linda!

relato leitor (3) relato leitor (2) relato leitor (6) relato leitor (5)

A vista é maravilhosa…”

Realmente! Quem conhece Pirenópolis sabe que principalmente em finais de semana e feriados, as cachoeiras ficam lotadas e a Cachoeira dos Dragões pode ser uma boa opção para quem quer mais tranquilidade.

Para ler o relato de Maicon completo acesse o site mochileiros.com. E não esqueça: ao programar sua próxima viagem, faça como o Maicon, vá tranquilo, vá de ônibus!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

#viajedeonibus

O Juntos a Bordo é um projeto da Abrati – Associação Brasileira das Empresas de Transporte Terrestre de Passageiros